Cirurgia Estética

PRÓTESE DE MAMA

Tudo sobre prótese de silicone/prótese de mama/mamoplastia de aumento


Dr. André Colaneri

Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Telefone: (11) 5904-2576 / 5571-7965 / 5571-5307

Artigos Voltar


A prótese de Mama pode dar estrias?


Cirurgia plastica das mais procuradas, a prótese de mama sem dúvida é um sonho de consumo para muitas mulheres. Algumas pensam em aumentar as mamas pequenas, outras em melhorar a consistencia ou até corrigir alguma flacidez leve.

Seja qual for o motivo, uma dúvida é comum a todas as pacientes: A prótese de mama pode dar estrias?

As estrias são cicatrizes na pele formadas pelo rompimento das fibras elásticas, ou seja o esgarçamento da pele. Elas podem ocorrer toda vez em que a pele é estirada de forma abrupta.

Isso pode ocorrer em várias ocasiões, como por exemplo no crescimento rápido durante a adolescencia (quando é comum as estrias nos glueos), na gravidez (tanto no abdomen quanto nas mamas), na amamentação (nas mamas), durante um grande ganho de peso (no abdomen, braços, pernas).

Sendo assim, a prótese de mama pode sim levar às estrias, pelo rápido estiramento da pele. Apesar de raro, isso é mais frequente em próteses muito grandes, devido ao consequente maior estiramento.

As mamas que já amamentaram, que têm uma certa flacidez, correm menor risco de estrias, pois a pele já não é tão rígida e laceia mais facilmente do que uma pele grossa e rigida.

Mas o que fazer para minimizar o risco das estrias?

Primeiramente, devemos deixar a pele preparada para o estiramento. Uma boa hidratação da pele, com hidratantes à base de uréia, torna as fibras elásticas ainda mais elásticas, com menor risco de rompimento. Logo, sempre é importante hidratar a pele das mamas ao menos 2 vezes ao dia, um mes antes e 3 meses depois da cirurgia. Escolher próteses de tamanho não exagerados, também ajuda, pois por mais hidratada que esteja a pele, uma prótese muito grande pode levar ao rompimento das fibras elasticas, mesmo que bem elásticas.

A drenagem linfática depois da ciruriga também ajuda, pois faz as mamas desincharem mais rapidamente, retirando uma carga maior sobre o estiramento da pele. Lembrar que depois da cirugia além da prótese, as mamas estarão ainda maiores pelo inchaço.

Desta forma, a surgimento de estrias em cirurgias de mamoplatia de aumento, acaba sendo um evento bastante raro. Porém, é sempre melhor previnir, pois remediar em casos de estrias é bastante dificil.



Dr. André G. de Freitas Colaneri

Tels: (11) 5904-2576 / 5571-7965 / 5571-5307
E-mail: dr.andre@cirurgiaestetica.com.br

Endereço:

Rua: Borges Lagoa 1065, conj. 100
Vila Clementino, São Paulo-SP, Brasil


Clique aqui e veja o Mapa


Copyright © Cirurgia Estética - Prótese de mama - Todos os direitos reservadoslíbero +